Amanheça o dia bem informado

Alvo de duas investigações, Michel Temer sofreu mais um revés ontem no Supremo. Desta vez, o ministro Barroso autorizou a quebra dos sigilos telefônicos de um ex-assessor e de um amigo do presidente. Diante de uma nova crise no horizonte, o Planalto optou por mudar de estratégia com os aliados. Temer passou a admitir uma base menor desde que mais fiel e ativa ao defendê-lo. Em troca, virão cargos, emendas e até mesmo uma reforma ministerial.

Quebra de sigilo

Barroso autoriza quebra de sigilo de pessoas ligadas a Temer em inquérito sobre portos

Barroso autoriza quebra de sigilo de pessoas ligadas a Temer em inquérito sobre portos

O ministro do STF Luís Roberto Barroso autorizou a quebra dos sigilos telefônico e telemático do ex-deputado Rodrigo da Rocha Loures e do coronel João Baptista Lima. Rocha Loures foi assessor de Michel Temer na Presidência e acabou flagrado correndo com uma mala de dinheiro. Lima é amigo do presidente. A decisão foi tomada em inquérito que apura suposto favorecimento à empresa Rodrimar no porto de Santos.

Indulto de Natal de Temer

Em outra decisão, Barroso liberou parte do indulto natalino concedido por Temer em 2017 e estabeleceu critérios para aplicação das regras. O ministro determinou que tem direito ao indulto quem tiver sido condenado por crimes cometidos sem violência. Ficaram de fora os chamados “crimes de colarinho branco”.

Nova estratégia

O presidente Michel Temer (Foto: Ueslei Marcelino)

O presidente Michel Temer (Foto: Ueslei Marcelino)

Preocupado com a agenda negativa do governo, o Planalto decidiu mudar a relação com os aliados: admite uma base menor desde que mais ativa na defesa do presidente, informa o blog do Camarotti. A avaliação é que o governo não precisa mais aqueles 308 votos para aprovar a reforma da Previdência. Diante disso, a estratégia é abrir mão de alguns aliados.

Réu na Zelotes

O ex-ministro da Fazenda Guido Mantega (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

O ex-ministro da Fazenda Guido Mantega (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

O ex-ministro Guido Mantega virou réu na Operação Zelotes. Segundo a denúncia, ele beneficiou o empresário Vítor Sandri em julgamento no Carf, órgão vinculado ao Ministério da Fazenda. A multa aplicada à Sandri chegava a R$ 110 milhões.

Greve nos Correios

O G1 acompanha a paralisação nos Correios. Ontem, sindicatos de 20 estados e do DF anunciaram greve por tempo indeterminado. A paralisação, porém, é parcial. Segundo a estatal, o movimento ainda não tem reflexos nos serviços de atendimento.

Pacote de segurança

O Congresso Nacional deve retomar hoje a análise de projetos na área de segurança pública. A discussão sobre matérias relacionadas a esse tema se intensificou após o anúncio da intervenção federal no Rio de Janeiro e a criação do Ministério da Segurança Pública.

Desastre aéreo no Nepal

Funcionários trabalham nos destroços do avião US-Bangla que caiu no Tribhuvan International Airport, em Katmandu, no Nepal, na segunda-feira (12) (Foto: Reuters/ Navesh Chitrakar)

Funcionários trabalham nos destroços do avião US-Bangla que caiu no Tribhuvan International Airport, em Katmandu, no Nepal, na segunda-feira (12) (Foto: Reuters/ Navesh Chitrakar)

16 pessoas seguem internadas após um avião cair no Nepal. A aeronave caiu no momento da aterrissagem no aeroporto de Katmandu, deixando 50 mortos. Não havia brasileiros entre os passageiros do voo que tinha saído de Dacca (capital de Bangladesh). Um sobrevivente relatou uma forte turbulência e um barulho muito alto. Ele perdeu a consciência e, ao despertar, viu fogo na cabine. As causas do acidente ainda são investigadas.

Mordida do leão do IR

 (Foto: Ilustração G1)

(Foto: Ilustração G1)

Veja quando é preciso atualizar o valor de imóvel declarado

Lollapalooza

A cantora Aurora no clipe da música 'Scarborough Fair', faixa de abertura da novela 'Deus salve o rei' (Foto: Raquel Cunha / Globo)

A cantora Aurora no clipe da música ‘Scarborough Fair’, faixa de abertura da novela ‘Deus salve o rei’ (Foto: Raquel Cunha / Globo)

Aurora entra no Lollapalooza de última hora; veja 10 curiosidades sobre a cantora norueguesa de 21 anos.

  • Metronomy traz ao Lolla pop sem clichês no Lolla: ‘adoraria triplicar o público, mas sem perder personalidade’

Curtas e Rápidas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *